ENQUETE GAZETA Enquete - Gazeta de Rio Preto
GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Tecnologia

Mudanças anunciadas pelo Facebook afetam marketing na área da saúde?

Impacto deve variar de página para página, dependendo do tipo de conteúdo produzido e como as pessoas interagem com ele. A estratégia agora está no conteúdo disponibilizado

No início do mês passado Mark Zuckerberg, dono do Facebook, anunciou em seu perfil algumas mudanças importantes no algoritmo que administra as postagens que aparecem no feed de seus mais de 2 bilhões de usuários. Nos próximos meses o algoritmo da rede social vai priorizar ainda mais os posts de amigos e familiares, e menos os posts de empresas, marcas e veículo de comunicação. O objetivo é aumentar a interação entre as pessoas, assim como o bem-estar em usar a rede social. Pois é ... ninguém suporta mais a timeline repleta de anúncios de assuntos que não optou por ver e, com isso, muitos deixam de lado o Facebook e migram para outras redes sociais, como o Instagram.

Como essa mudança afetará o marketing na área da saúde? Aí depende da maneira como vocês, profissionais ou empresas da saúde, usam suas páginas. Antes o Facebook usava sinais como quantas pessoas reagem, comentam ou compartilham posts para determinar o quão no topo do feed de notícias eles apareceriam (o valor do investimento era decisivo para aparecer ou não). Agora, de acordo com Adam Mosseri, responsável por ‘administrar’ o feed de notícias, eles irão tentar ‘prever’ com quais posts o internauta quer interagir, colocando esses posts como prioridades. O impacto deve variar de página para página, dependendo do tipo de conteúdo produzido e como as pessoas interagem com ele. Fanpages que geram conversas aparecerão mais no feed. As transmissões ao vivo, por exemplo, frequentemente levam à discussões entre quem as assiste (vídeos ao vivo geram 6 vezes mais interações que vídeos regulares).

Resumindo... a produção de conteúdo relevante deve ser o foco principal da sua página, pois pelo que tudo indica não haverá post patrocinado com resultado eficiente se não houver interesse orgânico do seu público alvo. Agora a estratégia não é somente colocar ‘qualquer’ informação e pagar, mas sim analisar o público que vocês querem atingir e o que de fato eles gostariam de saber. Vai ficar mais interessante, não?

QUAL MÍDIA DEVO USAR?   

Essa é uma das perguntas que mais escuto dos profissionais de saúde que estão iniciando o marketing digital de suas clínicas e hospitais. Monto uma fanpage? Invisto no Instagram? Melhor fazer um trabalho com o google, twitter, linkedin? Independente da mídia social, você deve considerar alguns princípios gerais para usar as mídias sociais de forma ética e otimizar o impacto de suas ações.

...  Twitter, LinkedIn e Instagram são ótimas mídias para seguir e ser seguido. Comece pelos colegas já conhecidos. Dependendo da mídia não pare por aí. Seguir pessoas e empresas relacionadas é uma ótima forma de estar informado, além de ser a maneira mais fácil de fazer com que as pessoas saibam que seu perfil existe, e assim seguirem você de volta se gostarem do seu conteúdo. Hoje em dia já existem algumas empresas que fazem esse trabalho profissionalmente e com resultados mais rápidos, como o da socialmidiabrasil.com.br. Vale a pena conferir!

... Compartilhe o que está fazendo: Eventos médicos, reuniões e atividades acadêmicas são ótimos eventos para serem compartilhados nas mídias sociais. Quando estiver disseminando uma informação ou artigo científico, uma opinião embasada acerca do tema pode ser extremamente útil.

...Use as mídias sociais com frequência. Marque as organizações, eventos ou pessoas relacionadas em seus posts. Fotos podem ser usadas, especialmente aquelas com boa qualidade e com colegas, mas atenção às regras dos conselhos de cada profissão. Eles têm suas próprias regras e é importante conferir cada uma delas antes de começar. Prometo que volto em uma próxima coluna com algumas dicas do que pode e o que não pode!

Startups invadem área da saúde

 A Eurofarma, indústria farmacêutica, lançou a plataforma ‘Eurofarma Synapsis’ e em conjunto com a Endeavor irá selecionar 12 startups voltadas à inovação na área de saúde para receber apoio e acelerar o crescimento. Entre os temas que eles estão selecionando estão: Relacionamento com grupos de interesse; Ganhos de eficiência em processos-chave; Sustentabilidade; Inteligência de Mercado e Gestão de Pessoas. As empresas selecionadas para apresentar seus projetos serão anunciadas no dia 23 deste mês e, no dia 8 de março, uma banca formada por executivos da Eurofarma e da Endeavor selecionará as 12 empresas que farão parte do programa. As inscrições podem ser feitas através do site: www.endeavor.org.br

Dica de Leitura

“Lições de Gestão da Clínica Mayo”

Autores: Leonard Berry e Kent Seltman

A Clínica Mayo é uma das organizações de saúde mais admiradas de todo o mundo. Com propostas diferentes de administração organizacional, de marketing e de gestão de negócios, a empresa conseguiu um destaque único no mercado, se valendo de uma equipe de especialistas que desenvolveu sistemas para tornar a colaboração entre os médicos mais eficiente e fácil. É um dos livros de marketing que apresenta algumas das lições mais valiosas sobre a prestação de serviços e fidelização de pacientes, o que é perfeito para quem está dando os passos iniciais em seu consultório.
 

Por Izabela de Paula em 02/02/2018 às 10:00