Saúde

Rio Preto promove ação para turbinar vacinação contra gripe

Secretaria Municipal de Saúde realiza neste sábado, dia 13, atividades para aumentar número de pessoas imunizadas contra a Influenza; Até o momento foram aplicadas 56,1 mil doses na cidade

Rio Preto realiza neste sábado, dia 13, Dia da Mobilização Nacional de Vacinação contra a Influenza, várias ações envolvendo 330 profissionais. As 27 Unidades Básicas de Saúde estarão abertas, das 8h às 17h para aplicar a vacina. Outros três postos fixos também participam da campanha entre 9h e 16h: Carrefour da rodovia Washington Luís, Laranjão da avenida Danilo Galeazzi e Praça Rui Barbosa. A Secretaria de Saúde também vai disponibilizar 26 equipes para vacinar idosos acamados e institucionalizados.O secretário de Saúde, Eleuses Paiva, estará acompanhando a vacinação na unidade básica do Parque Industrial, a partir das 9 horas.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe, iniciada em 17 de abril, aplicou 56.190 doses da vacina em Rio Preto. Este ano, a campanha foi dividida em quatro etapas, com a inclusão de grupos prioritários em cada uma. Os idosos e os profissionais da saúde foram os primeiros a receber a vacina, entre os dias 17 e 20 de abril. Na segunda etapa, ocorrida entre 24 e 28 de abril, crianças de seis meses a cinco anos, gestantes e puérperas foram incluídas na vacinação. A terceira etapa, de 2 a 5 de maio, incluiu portadores de doenças crônicas e comorbidades com idades entre cinco e 59 anos. A quarta e última etapa, iniciada na última segunda-feira, 8, passou a imunizar professores dos ensinos básico e superior.

A meta do Ministério da Saúde é aplicar a vacina em 90% da população de 103.438, correspondente aos grupos formados por: crianças, gestantes, puérperas, idosos e profissionais da saúde. A cobertura vacinal desses grupos está em 46,7%. Professores, portadores de doenças crônicas e comorbidades não entram na meta do Ministério. A maior cobertura vacinal por grupo, até aqui, corresponde à dos profissionais de saúde, com 62,81%, seguida do grupo de idosos, com 51,36%. Puérperas e gestantes estão com cobertura vacinal de 39,94% e 34,7%, respectivamente. O grupo das crianças é o que ainda tem a menor cobertura: das 22.345 doses destinadas a esse público, apenas 5.325 foram aplicadas, o que corresponde a 23,83%. “A cobertura foi ampliada, mas ainda está abaixo do esperado. Essa situação também está acontecendo em outros municípios e isso nos preocupa. É importante que a população dos grupos prioritários tome a vacina porque o inverno está chegando e a vacina não dá uma proteção imediata", disse a gerente de imunização da vigilância epidemiológica da Secretaria de Saúde, Michela Barcelos.

Por Da Redação em 11/05/2017 às 23:59
JK Essencial Residence