GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Política

Vaz, Bolçone e Rillo não se reelegem para Assembleia

Região que tinha 9 deputados fica com 3

Rio Preto e região sofreram um duro golpe nas eleições deste domingo, dia 7. De um total de nove deputados estaduais que representavam a região na Assembleia Legislativa, três deles conseguiram a reeleição e nenhum deles tem domicilio eleitoral em Rio Preto.
Permanecem com uma cadeira na Assembleia apenas os deputados Itamar Borges (MDB), de Santa Fé do Sul, Carlão Pignatari (PSDB), de Votuporanga, e Sebastião Santos (PRB), de Barretos. Eles permanecem no cargos a partir do ano que vem.
Itamar Borges (PMDB) contabilizava até as 22h45 83.034 votos. Sebastião Santos se reelegeu com 74.737 votos. Carlão tinha 73.976 votos e também foi reeleito. Em vídeo postado no fim da noite de domingo Sebastião agradeceu os votos ao lado da esposa. “Estou disposto a seguir trabalhando pelo interior paulista. Foi uma eleição dura”. O parlamentar vai para o terceiro mandado na Assembleia. Ele já foi vereador por Rio Preto e Mirassol e atua na Igreja Universal do Reino de Deus como pastor.  
Carlão Pignatari também obteve o terceiro. 

Baixas

Os três deputados de Rio Preto, Vaz de Lima (PSDB), Orlando Bolçone (PSB) e João Paulo Rillo (PSOL) não conseguiram se reeleger. Vaz de Lima recebeu 51.520 votos, enquanto Bolçone teve 44.537 votos e Rillo, 30.012 votos.
Além deles, perderam a eleição os deputados Marco Vinholi (PSDB) 53.774, que teve e Beth Sahão (PT), 54.647 votos, , ambos de Catanduva, e Carlos Gimenes (PSDB), de Fernandópolis.
Edinho Filho (MDB) com 15.231 votos, Renato Pupo (PSD) com 24.106 e Anderson Branco (PR) com pouco mais de 3 mil votos não conseguiram a primeira eleição a Assembleia Legislativa 

Obs.: Os números referem-se a atualização de quase 99,96% das urnas apuradas

Por Raphael Ferrari em 07/10/2018 às 23:17
JK Essencial Residence