GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Política

Haddad é o candidato do PT à Presidência

Decisão foi tomada no prazo final de 10 dias estipulado no dia 1º pelo ministro Barroso

A Executiva Nacional do PT confirmou em reunião nesta terça-feira, 11, em Curitiba, o nome do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad como o candidato do partido à Presidência da República e Manuela d'Ávila como vice na chapa. Haddad vai substituir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, cuja candidatura foi barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com base na Lei da Ficha Limpa, por causa de sua condenação em segunda instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A decisão foi tomada no prazo final de 10 dias estipulado no dia 1º pelo ministro Luís Roberto Barroso, para que o partido promovesse a substituição do nome do cabeça da chapa petista. Participaram da reunião em um hotel no centro de Curitiba, além de Haddad, a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), a ex-presidente cassada Dilma Rousseff, o senador Lindbergh Farias (RJ) e o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, além de outros dirigentes petistas.

Após a reunião, a cúpula petista seguiu para a vigília pró-Lula montada em frente ao prédio da Superintendência da Polícia Federal, onde o ex-presidente está preso desde 7 de abril.

Registro da chapa

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) oficializou às 18h27 desta terça, 11, o pedido de registro de candidatura de Haddad à Presidência. O edital dando publicidade ao pedido de registro deve ser publicado nesta quarta-feira, 12.

"A candidatura de Fernando Haddad é definitiva. E a partir deste momento (pedido de registro), é a única candidatura da coligação, que evidentemente não pode ter dois candidatos a presidente", disse a advogada Maria Cláudia Bucchianeri.

"A partir do protocolo, o que existe é o pedido de registro de candidatura de Haddad presidente e Manuela (D'Ávila) vice. A partir do momento que Haddad for o candidato a presidente, já não existe mais a candidatura de Lula", ressaltou Bucchianeri.

Enquanto a advogada de Lula protocolava os pedidos de registro de Haddad e Manuela, foi divulgada a decisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, que negou os pedidos do PT tanto para adiar o prazo de substituição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na cabeça da chapa quanto para suspender a decisão do próprio TSE que negou o registro do petista.

 

Por Da Redação em 12/09/2018 às 10:09
JK Essencial Residence