GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Política

Valdomiro usa verba do governo paulista para flertar parceria pós-eleitoral com Edinho

Ex-prefeito foi recebido no gabinete para um café que durou pouco mais de meia hora; diálogo foi o primeiro depois de uma série de troca de farpas

Uma verdadeira aula de política. Foi assim que os poucos privilegiados que acompanharam a reunião entre o prefeito Edinho Araújo e o antecessor – e sempre adversário – Valdomiro Lopes (PSB) definiram o encontro. O café e o bate-papo, que duraram pouco mais de 30 minutos, ocorreram no gabinete do oitavo andar da prefeitura na terça-feira, dia 2.

A motivação foi uma verba de R$ 4 milhões disponibilizada pelo Estado para investimentos no município. Valdomiro, que não ocupa cargo eletivo atualmente, é aliado de primeira hora e, na região, os olhos do governador Márcio França (PSB) – que assumiu o comando do Estado após a renúncia de Geraldo Alckmin (PSDB), pré-candidato ao Planalto.

O que impressionou os presentes foram as trocas de farpas e afagos que se alternaram em claro indício de uma “paquera” pré-eleitoral. Valdomiro deve ser candidato a deputado federal e sabe que não ter Edinho jogando contra já é um passo importante, sobretudo agora que o filho do prefeito, Edson Filho (MDB), deve ser candidato a deputado estadual.

A candidatura do herdeiro do prefeito foi, inclusive, um dos temas tratados informalmente no encontro. “Ele quer ser candidato e eu respeito. Não adianta a gente forçar, mas, como ele que quer, vou respeitar e apoiar o Edson”, disse Edinho.

Valdomiro admitiu, após ser provocado por outros presentes, que o filho dele, de 21 anos já mostra habilidade política, mas nega candidaturas em curto prazo. “Vou segurar enquanto puder”, declarou.

A maior farpa trocada entre os dois teve como tema central a destinação do recurso obtido junto ao governo. “Eu estava preocupado, porque estamos prestes a entrar no período eleitoral (que impede grandes contratações) e ainda não sabíamos a destinação do dinheiro”, provocou Valdomiro, insinuando desinteresse e morosidade do Município em receber a verba. Ouviu de Edinho, imediatamente na sequência, que o recape de ruas foi selecionado para a destinação do recurso por ser mais simples, uma vez que “a Prefeitura lamentavelmente carece que um banco de projetos”, em referência a ausência de um “legado” do antecessor em forma de projetos executivos grandes na Secretaria de Obras.

Durante os 18 meses do atual mandato, Valdomiro e Edinho trocaram acusações por meio de suas redes sociais e pela imprensa. Edinho alega que os projetos em execução deixados por Valdomiro estão repletos de falhas – como o viaduto da zona norte, sem acessibilidade e iluminação pública, e o novo Terminal Urbano sem saída para a zona Sul. Valdomiro segue alegando que o prefeito “só olha para o passado e não consegue cumprir o cronograma das obras assumidas por ele”.

Nesse clima de tapas e beijos, ocorreram também diversos agradecimentos de Valdomiro pelo fato de Edinho recebê-lo, mesmo o encontro tendo sido marcado logo no início da manhã em dia de expediente curto – em função do jogo entre Brasil e México – e pouco antes de coletiva que anunciaria reforma em unidade de saúde no bairro Santo Antônio.

Com o ato, Edinho cumpriu a promessa que tem virado um “mantra” de um governo iniciado em tempos de vacas magras na arrecadação. “Vou dar o crédito a todo aquele que ajudar a cidade, independentemente de posição partidária”, repete.

O prefeito sabe, no entanto, que pode estar cavando a própria cova ao dar espaço a Valdomiro, uma vez que o peessedebista pode se tornar o principal adversário na disputa à reeleição em 2020.

A cantada final de Valdomiro veio após o encerramento da reunião, quando ambos se encaminhavam para fora do gabinete, onde haveria a derradeira despedida. Ao pé do ouvido, Valdomiro disse: “Se eu for eleito, vou trazer muita coisa para Rio Preto. Isso vai ajudar o seu governo”. Essa, só quem estava bem próximo ouviu. A verba de R$ 4 milhões será usada para 14 quilômetros de recapeamento. O serviço começou no último sábado pela avenida Sólon da Silva Varginha.

Por Getúlio Salvador em 05/07/2018 às 23:59