GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Política

Com 11 anos de atraso, novo fórum de Rio Preto começa atividades

Prédio já havia sido inaugurado em janeiro do ano passado, pelo então governador Geraldo Alckmin, e só agora começa a funcionar, ainda de forma parcial

Onze anos depois do início das obras, o novo fórum de Rio Preto começa a ser parcialmente utilizado. Nesta segunda-feira, dia 25, o prédio foi inaugurado pela segunda vez, já que o então governador Geraldo Alckmin já havia entregue a obra em janeiro do ano passado.

Desta vez, o prédio foi entregue pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), o desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças, que informou que, de imediato, o novo fórum vai abrigar apenas a Vara da Infância e Juventude, que vai ficar no piso térreo do edifício.

O atraso na conclusão da obra foi causado por uma série de quebras contratuais por parte de empreiteiras responsáveis pela execução do projeto, que tinha um custo estimado no início em R$ 5,7 milhões, mas teve o custo final ultrapassando a casa de R$ 14 milhões.

A entrega do novo prédio do Fórum reuniu desembargadores, juízes, prefeitos e vereadores da região, promotores, policias civil e militar, e outras autoridades. O presidente do Tribunal de Justiça destacou a homenagem prestada a Silvio Irineu Bednarski, que teve atuação reconhecida na Justiça em Rio Preto, desenvolvendo ainda atividades sociais, como fundador da Arprom (Associação Rio-pretense de Promoção do Menor).

Durante o evento, o prefeito Edinho Araújo (MDB) solicitou a instalação de uma Vara Especializada em Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher em Rio Preto. “Existe a necessidade de se estabelecer medidas de assistência e proteção às mulheres em situação de violência doméstica e familiar”, justificou o prefeito, lembrando que Rio Preto “é referência para toda região no tocante a políticas públicas em favor das Mulheres, tendo na estrutura organizacional a Secretaria dos Direitos para Mulheres, Pessoa com Deficiência, Raça e Etnia, que, inclusive, foi premiada pela ONU por conta das ações desenvolvidas”.

 

Por Getúlio Salvador em 26/06/2018 às 11:10
JK Essencial Residence