GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Política

Câmara aprova criação de duas CEVs para investigar serviços municipais

Plenário aceita instalação de comissões para investigar saúde e velórios municipais e encaminha criação da terceira, para averiguar a situação das áreas esportivas de Rio Preto

A Câmara de Rio Preto aprovou na sessão de terça-feira, dia 29, um “pacotão” de projetos de resolução que permite, de imediato, a instalação de duas comissões, e encaminhou a criação da terceira, que vão fazer levantamentos em áreas distintas da administração municipal. O atendimento da rede pública municipal de saúde e o estado de conservação e condições de uso dos velórios municipais serão alvos de CEVs já aprovadas em segunda discussão, enquanto a proposta de averiguar a situação das áreas esportivas do município ainda será votada quanto à legalidade.

A CEV da Saúde, que foi proposta pelo vereador Jean Dornelas (PRB), terá como focos principais a apuração de informações referentes à agilidade e à qualidade do serviço prestado aos pacientes que eram atendidos pelo Ielar, a questão da sobrecarga no atendimento feito pela Santa Casa e pelo Hospital de Base e ao agendamento de exames, assim como verificar a questão da distribuição de medicamentos nas UBSs de Rio Preto. “Queremos saber como os pacientes que foram redirecionados estão sendo atendidos nesses hospitais e o quanto a sobrecarga compromete o serviço prestado pelas instituições”, disse o vereador.

Já a CEV dos velórios municipais, sugerida pelo vereador Gerson Furquim (PP) terá como ponto de partida a condição estrutural e a conservação dos prédios, mas, segundo o autor do projeto, deve ter o trabalho de investigado estendido para outros pontos, como averiguar se as funerárias estão repassado a taxa cobrada pelo uso dos locais à Prefeitura, em cumprimento de lei vigente, e como o dinheiro estaria sendo empregado pelo município. “Verifiquei pessoalmente o estado em que se encontram os velórios de Rio Preto e recebi reclamações de pessoas que também não estão satisfeitas com as condições em que estão. A CEV vai ter 120 dias uteis para fazer as averiguações e apresentar o relatório final e acredito que no decorrer das apurações muitos outros problemas serão descobertos e apontados por nós”, afirmou Furquim.

O projeto da terceira CEV é do vereador José Lagoeiro (DEM), que propõe a criação de uma comissão para averiguar a situação das áreas esportivas do município. Na justificativa da proposta, o vereador fala em “ausência de manutenção e estrutura dos Núcleos Esportivos e da Pista de Atletismo” e

“falta de investimento e apoio aos atletas”. No mesmo texto, Lagoeiro afirma que a Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Turismo “não está realizando o seu papel” na função de “planejar, programar, organizar, amparar, incentivar, impulsionar e supervisionar atividades esportivas, esportivo-educacionais, de recreação, lazer e turismo da população no município”.

Por Getúlio Salvador em 31/05/2018 às 23:59
JK Essencial Residence