Política

Câmara aprova criação de CEV da Saúde

Veto ao seguro anticorrupção tem pedido de vistas por cinco sessões aceito; plenário acata pedido de instalação de comissão para estudar questões referentes à Saúde

A votação mais aguardada na sessão desta terça-feira, dia 15, foi adiado por cinco sessões. O veto do Executivo ao projeto de lei do vereador Jean Dornelas (PRB), que institui o seguro anticorrupção, recebeu pedido de vistas e agora só volta à pauta daqui a um mês.

O plenário aprovou o projeto de autoria do resolução do vereador Jean Dornelas (PRB), que constitui comissão especial de vereadores (CEV) para estudos referentes aos atendimentos na rede pública municipal de saúde.

Os vereadores aprovaram, já em segunda discussão, o projeto do vereador Marco Rillo (PT), que trata da conservação dos traços arquitetônicos originais quando forem realizadas reformas ou reparos em bens públicos do município.

De autoria do vereador Celso Peixão (PSB), foi aprovada matéria que proíbe homenagens a pessoas que tenham sido condenadas por atos de improbidade e corrupção. Foi também aprovado o projeto do vereador Zé da Academia (DEM), que inclui no calendário oficial do município o dia municipal de prevenção às lesões por esforços repetitivos. A quarta propositura aprovada foi a do vereador Paulo Pauléra (PP), que inclui o campeonato de corrida Band, promovido pela Band Paulista, no calendário oficial de Rio Preto.

Em regime de urgência foram aprovados três requerimentos do Executivo, que outorga uso de imóveis municipais: um em favor do CAD – Clube De Amigos dos Deficientes e dois para a Associação Renascer. 

 

Por Getúlio Salvador em 16/05/2018 às 07:30