GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

TEMPO PERDIDO

A CPI do transporte coletivo de Rio Preto, que reivindicava instalação de ar condicionado nos ônibus e redução de 20% do limite de passageiros transportado por veículo não deu em nada. O relatório das apurações, concluído em outubro do ano passado e encaminhado ao Ministério Público, foi arquivado pelo promotor Sérgio Clementino, que considerou que uma ação poderia provocar uma briga jurídica entre a Prefeitura e as empresas que formam o consórcio.

Por em 07/06/2018 às 23:59