GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

REAÇÃO

Ato contínuo à decisão do governo, a Câmara derrubou o veto, em dezembro, mas o Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu liminar proibindo os professores e funcionários de comerem a merenda. Nesta semana, o vereador Jean Dornelas já havia anunciado nesta semana que iria recorrer da decisão do tribunal para garantir a validade da lei. E em meio à queda de braço estabelecida, o prefeito se mexeu na tentativa de que, no final das contas, ele seja o responsável pelo benefício.

Por em 08/02/2018 às 23:59