ESTRESSADOS

A longa e tumultuada sessão onde foi aprovado o projeto Escola Sem Partido, que se arrastou por mais de 5 horas, ainda faz barulho. Um dos pontos que marcaram a reunião foi o embate entre Marco Rillo (PT) e Anderson Branco (PR). A crescente rivalidade entre os vereadores chegou ao ápice quando Branco citou o nome do deputado João Paulo Rillo (PT), filho do vereador. Não fosse a turma do “deixa disso” o resultado da troca de farpas poderia ter sido bem pior.

Por em 09/11/2017 às 23:59