10 perguntas para Pedro Acquaroni Neto

Nathália Uzum
Pedro Acquaroni Neto
Pedro Acquaroni Neto é dono de uma das mais respeitadas biografias da área educacional de Rio Preto. Durante mais de quatro décadas dentro das salas de aulas, como Professor Pedrinho, e há nove anos também como empresário de sucesso ao fundar o Colégio London – marca referência em ensino de qualidade.
1. Como a marca London está composta atualmente?
O London compreende três unidades: a escola de inglês, referência de qualidade há 39 anos; o curso pré-vestibular, sucesso absoluto há 16 anos e o colégio London, há 9 anos transformando vidas e realizando sonhos.
2. Qual acredita ser o diferencial determinante para que o aluno escolha o London?
Os diferenciais do London são a qualidade inquestionável; diretores que priorizam as relações humanas e professores dedicados, verdadeiros educadores que têm paixão por ensinar.
3. Quais as principais mudanças na escola e no aluno de atualmente quando comparado ao de 30 anos atrás?
As mudanças são inevitáveis e com elas vêm as transformações. Os educadores têm a obrigação de acompanhar essas transformações e de participar da vida dos alunos. Um aluno da era digital é, em parte, diferente dos de 30 anos atrás, mas no fundo todos têm as mesmas preocupações com a vida e com o futuro.
4. A fama de escola puxada, que exige muito, não afasta o aluno?
A vida é feita de escolhas e essas constroem o futuro. Alunos determinados, preocupados com o futuro escolhem o London. O London é para famílias que valorizam a educação.
5. A cobrança dos pais e da sociedade por bons resultados é salutar ou prejudica o rendimento do aluno na conquista de uma vaga nas universidades?
Há de ter um equilíbrio entre cobrança e compreensão. A busca por uma vaga na universidade é apenas mais um obstáculo a ser superado na trajetória da existência. Com dedicação e apoio da família, o aluno supera as dificuldades.
6. A redação ainda é determinante na conquista de uma vaga nas grandes universidades?
Escrever bem é um processo construído passo a passo que exige muita técnica e muito treino. Dominar a linguagem é essencial para a vida. O meu curso de redação ensina primeiro a pensar e depois como consequência o aluno passa a escrever bem, a dominar a linguagem escrita.
7. A chegada da internet melhorou ou piorou a escrita dos jovens de atualmente?
O problema não é a internet, mas o uso que se faz dela. A história demonstra que todo novo conhecimento, no início, é usado mal pela humanidade, mas depois surge o uso adequado. A internet pode transformar-se em uma ferramenta de apoio interessante. Os alunos interessados continuam a escrever bem.
A vida é feita de escolhas e essas constroem o futuro. Alunos determinados, preocupados com o futuro escolhem o London. O London é para famílias que valorizam a educaçã
8. Relembre momentos marcantes de sua trajetória profissional.
Primeiro ser reconhecido como um educador de qualidade, depois ter como patrimônio abstrato as relações humanas estabelecidas durante a trajetória e finalmente a publicação dos seis livros que resumem o que desenvolvi em minha carreira de professor. Tenho orgulho de ser professor e de valorizar a profissão dando dignidade a ela.
9. Qual a maior dificuldade de trabalhar com educação no Brasil?
A maior dificuldade é a falta de apoio do estado e a luta para a profissão ser valorizada pela sociedade. No London, conseguimos ultrapassar essas barreiras e o London é referência em nossa cidade e região.
10. Nos últimos anos lançou alguns livros. Tem planos de novas publicações?
No momento, estou gravando aulas para o Youtube, é uma nova maneira de atingir positivamente as pessoas. São aulas de gramática, quem quiser ver, basta procurar no Youtube: “pílulas gramaticais” ou o meu nome. No momento, não penso em escrever novo livro.