Educação

Aluna tem aproveitamento de 98% na redação do Enem

Estudante do Anglo em Rio Preto aposta em oito horas diárias de estudo e dedicação a conhecimentos gerais para fazer 980 pontos em dissertação que valia mil

Organização, dedicação e treino. Esta é a metodologia aplicada pela estudante de Rio Preto, Ana Paula Jalles, de 17 anos, que acaba de entrar para um seleto grupo de alunos que atingiu a marca de 98% de aproveitamento na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017.O tema da dissertação-argumentativa era “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”.Aluna do colégio Anglo, em Rio Preto, Ana Paula diz que dedica 8 horas diárias aos estudos. As principais afinidades, segundo ela, são com as ciências exatas, como Matemática, Física e Química, mas os 980 pontos recentemente atingidos no exame se devem, principalmente, aos conhecimentos gerais e às atualidades.

Ana Paula, além de internauta, é leitora assídua de jornais e revistas. Segundo ela, o tempo dedicado à atualização de notícias não entra na conta das oitos horas diárias de estudos. “Procuro me manter atualizada quanto ao que está acontecendo no mundo. No caso no Enem, essas informações foram as grandes responsáveis, o diferencial, para eu ter feito 980 pontos em uma prova que valia mil”, afirmou.

A estudante disse que foi a primeira vez que prestou o exame. Ela acaba de ser aprovada no vestibular do Insper para o curso de Engenharia Mecatrônica, e aguarda pelos resultados das provas da USP e da UFSCar, onde prestou vestibulares para o curso de Engenharia de Produção.

Ana Paula está também inscrita no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que faz a seleção de alunos para universidades federais.

Por Getúlio Salvador em 25/01/2018 às 23:59
JK Essencial Residence