ENQUETE GAZETA Enquete - Gazeta de Rio Preto
GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Cultura

Núcleo 2 leva instalação interativa sobre fim da humanidade ao Riopreto Shopping neste sábado

Laboratório de Memórias ocupa Praça 1 de Eventos a partir das 16h deste sábado, dia 19, e público poderá fazer uma imersão na trama com ajuda de fones com tecnologia binaur

O Agrupamento Núcleo 2, de Rio Preto, leva neste sábado, dia 19, ao Riopreto Shopping, o projeto “Galeria para Cemitérios”, um dos vencedores do Edital de Artes Integradas do ProAC (Programa de Ação Cultural), da Secretaria da Cultura do Governo do Estado. O agrupamento ocupa a Praça 1 de Eventos com a instalação performática “Laboratório de Memórias”, a partir das 16h. O trabalho faz parte das ações para criação do espetáculo multimídia “Galeria para Cemitérios”, ambientado no futuro, que utiliza como pretexto a “montagem de uma exposição de arte contemporânea voltada aos mortos” para debater questões atuais, como a insensatez e a antropofagia social.

“Laboratório de Memórias” reúne performers confeccionando “pedaços” do que sobrou da humanidade. Na obra, quatro atuadores transformam em “arte” singelos objetos captados no “passado” (século XXI). A instalação acontece em silêncio, em meio à cacofonia e movimentação de pessoas. “Não há uma encenação ou conflito na história, que se passa em loop. Os operadores constroem, reformam ou restauram objetos para, futuramente, serem instalados em cemitérios”, afirma Jef Telles, diretor. Além dele, os artistas que atuam na intervenção são os atores Cássio Henrique e Ronaldo Celeguini e o bailarino Vinícius Francês.

O grupo propõe uma instalação interativa, na qual o público pode observar o trabalho dos performers e também inserir-se na obra, participar e colaborar com a mesma. Utilizando a tecnologia binaural (recurso sonoro que simula como os sons são captados pelo ouvido humano, percebendo-os de todas as direções), os espectadores podem acompanhar a narrativa com fones, o que possibilita uma imersão maior na trama. “O objetivo é, inclusive, contar com a ajuda do público para construir futuramente o espetáculo multimídia, captando depoimentos, fragmentos de memória e outras sutilezas de outrora”, observa Telles.

A obra “Laboratório de Memórias” é a segunda parte da série de quatro intervenções inéditas que resultarão na temporada do espetáculo “Galeria para Cemitérios”, em julho. A primeira, intitulada “Operação Mausoléu”, foi realizada no dia 5 de maio, na avenida Brigadeiro Faria Lima e proximidades. O Zoológico Municipal, dia 26 de maio, e o Cemitério de Bady Bassitt, em 9 de junho, serão palco das demais intervenções. “A proposta para o Riopreto Shopping sediar um dos espaços é, além do grande fluxo de pessoas, por tratar-se de um ambiente que dialoga com o conceito estético da obra (que se passa no futuro), gerando um contraponto instigante em seu conteúdo: a utilização e manuseamento de objetos minimalistas, que passam despercebidos em nosso dia-a-dia”, afirma o diretor.

Sobre o processo de intervenções para a construção do espetáculo “Galeria para Cemitérios”, Vinicius Francês considera que se tratam de situações únicas e investigativas em espaços da cidade onde é possível encontrar, “dramaturgicamente, audiovisualmente e artesanalmente”, materiais que possam compor a ficção desse espetáculo-instalação, que observa o mundo onde o único espaço que resta para exposição de obras de arte são os cemitérios, ou seja, para os mortos. “Dessa forma, temos nos debruçado sobre modos de repensar as linguagens dos artistas presentes no projeto (dança, teatro, performance, música, luz e audiovisual) e fundi-las, de maneira a encontrar alguma outra que seja adequada a comunicar um recorte narrativo do futuro, a falência do sentir, a profunda automatização e a criação artística para nenhum vivo espectador.” Além de contemplado pelo ProAC, o projeto foi selecionado para integrar a programação do Festival Internacional de Teatro de Rio Preto, o FIT Rio Preto 2018, que acontece entre 5 e 14 de julho. O Núcleo 2 participa do Módulo B - Obras Abertas à Provocação, da Cena Rio Preto.

No espetáculo “Galeria para Cemitérios”, a equipe também é integrada por Marcelo de Castro (trilha sonora), Luis Fernando Lopes (iluminação), Jorge Etecheber (fotografia) e Daniela Honório (produção).

Sinopse de “Laboratório de Memórias”

É nesse círculo do resto de nós, que a gente tenta se descobrir, se revelar, emaranhar. Juntar os vestígios de um com as dores e odores do outro. [GPC]

Ficha técnica do projeto

Concepção, Direção e Audiovisual: Jef Telles

Elenco: Cassio Henrique, Ronaldo Celeguini e Vinicius Francês

Iluminação e Fotografia de Cena: Luis Fernando Lopes

Trilha Sonora: Marcelo de Castro

Fotografia: Jorge Etecheber

Assessoria de Imprensa: Graziela Delalibera

Projeto Gráfico: Jef Telles

Produção: Daniela Honório

Serviço

“Laboratório de Memórias”, intervenção urbana/instalação do projeto “Galeria para Cemitérios”

Sábado, dia 19 de maio, a partir das 16h, Riopreto Shopping – Praça 1 de Eventos

Gratuito

Duração: 4 horas

Por Da Redação em 18/05/2018 às 13:00