GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Cidades

Três pessoas são presas após furtarem escola em Rio Preto

Trio invadiu a Escola Estadual Doutor Waldemiro Naffah, no bairro Eldorado, na madrugada de quinta-feira, dia 8

Três pessoas foram presas pela Polícia Civil na madrugada de quinta-feira, dia 8, após invadirem e furtarem objetos da Escola Estadual Doutor Waldemiro Naffah, no bairro Eldorado, em Rio Preto. O trio foi flagrado por um investigador que estava em uma viatura descaracterizada. Os suspeitos responderão pelo crime de furto qualificado e estão à disposição da justiça.

Segundo o delegado Alceu Lima Júnior, responsável pela Delegacia de Investigação Gerais (DIG), o policial viu os três suspeitos saindo da instituição de ensino com vários objetos. “Como o investigador estava sozinho, solicitou apoio de outros policiais civis. O primeiro suspeito abordado, foi próximo ao linhão do Solo Sagrado, na avenida Antônio Antunes Júnior. Ele trazia um saco com fios e ao ser detido alegou que era catador de reciclados e tinha achado os fios na rua. O segundo rapaz detido foi flagrados com os motores das betoneiras no bairro Vila União. Estes maquinários estavam na escola porque a instituição passava por reformas”, explica delegado.

Após a prisão dos dois suspeitos, uma denúncia anônima levou os policiais da DIG até o terceiro envolvido. “Ele foi localizado e preso também no Solo Sagrado próximo ao linhão. Porém, ao ser abordado, ele não trazia nenhum objeto furtado. Mas confessou sua participação na invasão e apontou que o material furtado estava debaixo de um sofá em um ponto de descarte de lixo” disse Alceu.

No local indicado pelo suspeito, policiais encontraram torneiras, duchas higiênicas e outras peças. O trio foi preso em flagrante por furto qualificado. Os três suspeitos presos são moradores de rua e responderão pelo crime de furto qualificado e a pena pode chegar até oito anos de reclusão. As aulas na Escola Estadual Doutor Waldemiro Naffah não foram suspensas, segundo funcionários da instituição.

No mês passado, as aulas foram suspensas na Escola Estadual Prof. Yvete Gabriel Atique, também localizada no bairro Eldorado, após invasão. Naquela ocasião foram furtadas 15 torneiras, o que obrigou a instituição dispensar mais de 400 alunos que cursam do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

Ainda em outubro, agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) prendeu um homem, de 36 anos, após ele invadir a escola municipal Antônio de Sousa, no residencial Caetano. No interior da instituição de ensino, guardas localizaram vários objetos que já estavam separados e seriam levados. Ele responde pelo crime de furto qualificado.

 

 

Por Alex Pelicer em 08/11/2018 às 23:59
JK Essencial Residence