GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Cidades

Guarda Municipal terá mais 21 agentes a partir desta sexta-feira, dia 13

Prefeitura dará posse a aprovados em concurso de 2014, elevando para 253 o número do efetivo; eles serão treinados e devem estar nas ruas até o final do ano

A Prefeitura de Rio Preto, por meio da Secretaria de Trânsito, Transporte e Segurança, dá posse, nesta sexta-feira, dia 13, a 21 agentes da Guarda Civil Municipal, aprovados em concurso público e que vão se juntar aos 232 profissionais que já compõem o efetivo da corporação.  Segundo Silvio Pedro da Silva, diretor da GCM, os novos agentes passarão por treinamentos teóricos antes de começarem o trabalho nas ruas da cidade. “Primeiro eles vão para a sala de aula, entender o funcionamento da guarda e, em seguida, começam o período que chamamos de estágio. Eles vão para a rua, mas sempre acompanhados de agentes mais experientes”, afirmou.

Segundo o diretor, até o fim do ano, os novos agentes serão colocados para reforçar as rondas nas ruas e nos prédios públicos. “Esse aumento no efetivo vai nos ajudar muito na reorganização das equipes que atendem as diferentes regiões da cidade”.

Os novos agentes foram aprovados no concurso público da Guarda Civil aberto em 2014. Dos 131 agentes aprovados na seleção e com curso de formação concluído, 103 foram empossados em 2016. Em abril do ano passado, mais sete guardas foram contratados. O restante, 21 agentes que tomam posse nesta sexta-feira, aguardava a convocação. De acordo com o edital, o concurso expira exatamente nesta sexta-feira, dia 13.

A contratação dos novos agentes vai elevar o atual efetivo da corporação para 253 guardas, o que significa, na prática, o aumenta de dois a três guardas municipais nas ruas diariamente. De acordo com o edital publicado na época do concurso, com o salário de R$ 2.451,21, cada guarda é contratado para, a cada 12 horas trabalhadas, se tenha 36 de descanso.

Para o prefeito Edinho Araújo (MDB) os novos agentes vão ser importantes principalmente no trabalho de ronda e fiscalização nas escolas da cidade. Desde que 500 Anjos da Guarda foram demitidos, no final de setembro do ano passado, o número de invasões, furtos e vandalismo nas escolas da cidade aumentaram de forma significativa.

O número de guardas que a corporação passará a ter a partir da posse dos novos agentes é a metade do considerado ideal pelo diretor da GCM, que entende que Rio Preto deveria contar com pelo menos 500 agentes, se levados em conta os índices de criminalidade registrados na cidade.

 

Por Getúlio Salvador em 12/04/2018 às 23:59
JK Essencial Residence