Cidades

DIG identifica autor de tentativa de latrocínio em Rio Preto

Crime foi registrado em uma loja de açaí em dezembro do ano passado, na Vila Toninho; criminoso foi identificado e segueforagido

 

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Rio Preto identificou um dos assaltantes que invadiu uma loja de açaí, em dezembro do ano passado, no bairro Vila Toninho, e atiro em umdos proprietários do estabelecimento comercial. Na ocasião, uma das vítimas reagiu e atacou o criminoso, arrancando parte da orelha dele com uma mordida. O autor do crime ainda está foragido e agora os investigadores tentam identificar o segundo ladrão.

Segundo o delegado Fernando Tedde, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), o ladrão identificado já teria outra passagem criminal e responderá por tentativa de latrocínio quando for preso.

“Após trabalho constante do Setor de Inteligência da Polícia Civil, identificamos Gabriel Soares Pereira, de 22 anos, como um dos assaltantes que invadiu a loja de açaí. Ele seria o autor do disparo que atingiu uma das vítimas e teve parte da orelha arrancada por uma mordida do proprietário do comércio”, afirma Tedde.

Os investigadores também descobriram que no dia do crime, quando voltou para casa, Gabriel teria dito aos familiares que perdeu parte da orelha em uma briga e não quis procurar ajuda médica.O que chamou a atenção dos policiais é que o criminoso identificado morava em um condomínio de luxo. “Descobrimos que Gabriel morava no Damha IV, tentamos contato com familiares, mas no dia que as equipes estiveram no condomínio, ninguém estava no imóvel. Porém, já levantamos as informações necessárias e agora continuamos as buscas para localizá-lo”, ressaltou.

Quanto ao segundo envolvido, que ainda não foi identificado, a Polícia Civil acredita que em breve terá informações sobre ele. “O Serviço de Inteligência vem buscando novas informações e já temos algumas evidências de possíveis suspeitos. Nossa expectativa é que nos próximos dias teremos a confirmação do segundo criminoso envolvido no crime”.

Caso a dupla seja presa, ambos responderão pelo crime por roubo e tentativa de latrocínio. “Eles atiraram de forma que colocou em risco a vida de todas as vítimas ali presentes, inclusive atingido um dos proprietários, que felizmente sobreviveu”, concluiu Tedde.

Entenda o caso

No dia 10 de dezembro, dois comerciantes estavam próximos a uma caixa registradora quando dois ladrões, encapuzados, invadiram oestabelecimento comercial. A ação foi gravada pelo circuito de segurançae mostra uma das vítimas, sem esboçar qualquer tipo de reação, entregando o dinheiro aos ladrões.Na hora do assalto, além dos comerciantes, também estavam duas mulheres e duas crianças na loja de açaí. Em determinado momento, um dos criminosos teria ameaçado as crianças, o que teria motivado uma reação das vítimas, que entraram em luta corporal com os assaltantes.Um dos ladrões atirou contra um dos comerciantes. Ao ver o irmão ferido, a outra vítima atacou o criminoso e mordeu a orelha dele, arrancando a parte superior.Os ladrões fugiram levando dinheiro e uma joia. A vítima baleada foi socorrida até o Hospital de Base e liberada após ser medicada.

 

Por Alex Pelicer em 11/01/2018 às 23:59
JK Essencial Residence