Cidades

Morre homem que teve corpo queimado e casa incendiada em Rio Preto

A vítima estava internada em estado gravíssimo no Hospital de Base e não resistiu aos ferimentos na noite desta quinta-feira, dia 12. O homicídio será investigado pela Polícia Civil

O homem que sofreu queimaduras de terceiro graus após desconhecidos atearem fogo sobre seu corpo morreu no Hospital de Base na noite desta quinta-feira, dia 12. A vítima foi encontrada por vizinhos com o corpo enrolado em lençóis e um colchão  em chamas, no bairro Vila Angélica em Rio Preto. A casa onde a ele o rapaz morava também foi incendiada. Uma marreta com marcas de sangue foi encontrada e o caso está será investigado pela Polícia Civil.

Segundo informações, Claudijanio Alves dos Santos, de 33 anos, deu entrada pouco antes das 11 da manhã no HB. Além de queimaduras de terceiro grau em várias partes do corpo, a vítima também apresentava sinais de agressões no rosto.

Santos foi internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) em estado gravíssimo, mas não resistiu e morreu na noite do mesmo dia. O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) e será liberado aos familiares.

A Polícia Civil agora tenta descobrir quem foram os autores e quais os motivos da morte de Santos. A suspeita é que desconhecidos agrediram a vítima com uma marreta e em seguida enrolaram o corpo do homem em lençóis e um colchão e atearam fogo. O 

A vítima foi encontrada inconsciente do lado de fora do imóvel por vizinhos. A casa onde ela morava também foi incendiada. O Corpo de Bombeiros foi chamado e uma equipe do Grau (Grupo de Resgate e Atenção às Urgências) prestou os primeiros atendimentos a vítima ainda no local.

O imóvel foi interditado pelos bombeiros, pois existe risco de desmoronamento do telhado. Uma faca e uma marreta com resquícios de sangue foram apreendidas. 

Por Alex Pelicer em 13/10/2017 às 10:25
JK Essencial Residence