ENQUETE GAZETA Enquete - Gazeta de Rio Preto
GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Autoconhecimento

É hora de transformação

A mudança é a oportunidade de mergulhar em novas e infinitas possibilidades

Outro dia estava conversando com uma grande amiga e durante o nosso diálogo fui pego de surpresa pela frase “a segurança sempre nos tira parte da liberdade”. E então, fiquei me questionando que segurança é essa que a gente tanto busca todos os dias. Isso tudo me abriu inúmeras margens de pensamento, das quais compartilho aqui hoje com você.

NADA É ESTÁTICO

Você já percebeu o quanto temos medo do novo? Tudo aquilo que nos tira da zona de conforto, que chacoalha a nossa rotina, nos causa angústia e desespero. Conheço muita gente que realmente entra em estado de paralisia diante de alguma mudança, seja ela qual for.

Nós buscamos segurança em tudo na vida. Queremos um trabalho que nos traga segurança, um amor que nos traga segurança, uma família que nos traga segurança e assim por diante. A sensação de segurança nos faz sentir mais forte para dar o próximo passo adiante. Mesmo que esse próximo passo não seja dado. Concorda?

Porém, todo mundo que já viveu um pouquinho já conseguiu perceber que não temos segurança em nada! Tudo pode ruir a qualquer momento e quando menos a gente espera. As coisas mudam de uma hora para a outra e a gente é obrigado a tomar um novo rumo. A própria natureza nos mostra que nada é estático.

TUDO MUDA

Sabe esse seu trabalho que você não gosta, mas tem carteira assinada, garantias e salário na conta no final do mês? Essa carreira pela qual você abriu mão de todos os seus sonhos? Esse emprego pelo qual você muitas vezes deixou sua família de lado? Então, hoje à tarde seu patrão pode assinar sua carta de demissão. Só vão sobrar as suas garantias, muito medo e a possibilidade de um caminho novo.

Aí entra a parte gostosa dessa história. O caminho novo é algo mágico. A possibilidade de recomeçar, de fazer de novo e de construir é a nova chance que você tem de fazer direito tudo aquilo que foi deixado para trás. É a vez de você realizar seus sonhos, atender aos seus próprios anseios sem se preocupar em desagradar os outros. Definitivamente, o caminho novo é a sua hora!

NÃO TENHA MEDO

Então eu te pergunto: que segurança fictícia é essa que te impede encarar novos desafios e fazer aquilo que você realmente gosta e do jeito que você quer? Não estou falando apenas de trabalho. Estou falando de tudo. Será que você precisa receber a sua carta de demissão para correr atrás? Será que você precisa esperar a casa cair para dar um novo rumo a sua vida? Arregace as mangas e explore caminhos novos. Vá até onde nunca ninguém foi.

Meu pai sempre foi um homem sábio, que vivia muito à frente do seu tempo e sempre me lembro quando ele me dizia: “nunca confie plenamente na opinião dos outros. Vá ver de perto. Faça você mesmo o seu caminho e tenha suas próprias experiências”. Sempre tomei esse ensinamento como base para minha vida e confesso que tive experiências maravilhosas até agora.

O meu segundo velhinho preferido é o Carl Gustav Jung, psiquiatra e psicoterapeuta suíço que fundou a psicologia analítica. Segundo ele, “Queremos ter certezas e não dúvidas, resultados e não experiências, mas nem mesmo percebemos que as certezas só podem surgir através das dúvidas e os resultados somente através das experiências”. Jung afirma também que ser normal é a meta dos fracassados. Então, não tenha medo de ir onde ninguém foi. Talvez lá seja exatamente o seu lugar no mundo.


CARTA DA SEMANA – do dia 2 a 9 de março

Finalmente parece que as coisas vão voltar para o lugar. Nosso querido Apolo, o Deus Sol, vem iluminando o caminho e trazendo luz para acabar com toda a escuridão que reinava até então. Isso nos traz momentos de paz, tranquilidade e resoluções. Aquelas complicações que estavam emperrando seu caminho finalmente serão resolvidas. Enfim, se prepare para voltar a dormir tranquilamente.

ILUSÃO

“... Isso tudo é criação sua. Principalmente o medo que você coloca em todas as coisas como um perfume. Porque você, alienado da vida na Matrix, vive criando gaiolas na mente para morar dentro. Pensa o limite e ele se materializa. Pensa o final infeliz e vive para evitá-lo e vive infeliz. Esta infelicidade não é maldade do universo, é criação sua. E gente infeliz, meu Deus, não faz gente feliz. Então me escuta. Isso que você chama de limite, esta cinta apertada cortando a carne, esta dor na qual você se apega e chama de realidade... isto eu chamarei de ilusão. Pode gritar, espernear, apontar culpados na multidão. O universo não tem nada a ver com isso. São escolhas suas. Você aperta este cinto todas as manhãs e busca o furo intolerável. E escolhe ser arauto da dor. E escolhe espalhar a dor porque ela, para os cronicamente doloridos, é o normal. E eu te desautorizo e arranco de você qualquer justificativa. A realidade é uma construção. O sólido se desmancha no ar todos os dias. Todos os dias pessoas se negam a serem infelizes e se tornam cúmplices da felicidade dos outros. Qualquer felicidade. Gente feliz faz gente feliz. Então isso que você chama de muro eu chamarei de porta. E atravessarei. E ainda que estiver de costas, você saberá”. Nanna de Castro, dramaturga, poeta e roteirista

SENTIDO PARA A VIDA

“Tenho visto as pessoas tornarem-se frequentemente neuróticas quando se contentam com respostas erradas ou inadequadas para as questões da vida. Elas buscam posição, casamento, reputação, sucesso externo ou dinheiro, e continuam infelizes e neuróticas mesmo depois de terem alcançado aquilo que tinham buscado. Essas pessoas encontram-se em geral confinadas a horizontes espirituais muito limitados. Sua vida não tem conteúdo ou significado suficientes. Se têm condições para ampliar e desenvolver personalidades mais abrangentes sua neurose costuma desaparecer”. (Carl Gustav Jung)

 

 

 

Por Da Redação em 01/03/2018 às 23:59