Artigos

Preparando o futuro

Artigo escrito pelo prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo

Administrar uma cidade do porte de Rio Preto exige muita dedicação da equipe de governo. Ela precisar estar coesa, sempre disposta a enfrentar um ritmo forte de trabalho e em sintonia com o anseio da população. Trabalhamos muito neste primeiro ano, com prioridade para colocar a casa em ordem e, dentro das limitações financeiras, iniciar o cumprimento de nossas metas de trabalho. Felizmente, das 15 metas que apresentamos à população todas já começaram a ser cumpridas e devem seguir assim pelos próximos três anos.

Não paralisamos obras, pois entendo que a obra mais cara é a obra parada. Os projetos que apresentaram problemas estão sendo revistos em respeito ao dinheiro público. Avançamos na saúde, na educação, nos projetos sociais, culturais e esportivos, no recape e na faxina urbana, na forma de atender cidadãos e empresas, no meio ambiente, no turismo, na agricultura familiar, entre tantas outras áreas.

Estamos também preparando Rio Preto para o futuro. A coleta e o tratamento de esgotos estão recebendo novos investimentos. Um novo módulo da Estação de Tratamento de Esgoto elevará a capacidade da estação, para atender a uma população de 600 mil habitantes. A produção de água aumentou em 10 milhões de litros diários.

Precisamos cuidar com carinho do meio ambiente. Nossa cidade foi a segunda do Estado a aderir aos 17 objetivos de sustentabilidade da Organização das Nações Unidas e demos o primeiro passo de um logo caminho para nos tornarmos referência nessa área. Como metrópole regional que influencia uma área de dois milhões de habitantes, Rio Preto sai na frente ao se tornar sede de grandes congressos médicos em 2018. O campus do Instituto Federal está autorizado e já tem prédio definido. A infraestrutura terá mais recursos no ano que vem para recapeamento e obras de mobilidade, para atender principalmente a região norte.

Tenho esperança de que o Brasil volte em breve a trilhar o caminho do desenvolvimento, pois a economia dá sinais de recuperação. Isso ocorrendo, os municípios ganharão fôlego com a melhora da arrecadação, trazendo reflexos positivos nas condições de vida dos rio-pretenses, especialmente dos que precisam se recolocar no mercado de trabalho. Este ano, atraímos novas empresas e esperamos aumentar esse número em 2018. Aproveito este momento para desejar a todos um ano abençoado, com paz, saúde e harmonia. Que Deus nos ilumine e proteja a nossa querida Rio Preto, recém-eleita a terceira melhor cidade do Brasil pra se viver.

Por Da Redação em 31/12/2017 às 09:00
JK Essencial Residence